A Defesa De Chaves Acredita Que O ministério público “Tem pouco” Pra Incriminarle Em ERE

A Defesa De Chaves Acredita Que O ministério público "Tem pouco" Pra Incriminarle Em ERE 1

A Defesa De Chaves Acredita Que O ministério público “Tem pouco” Pra Incriminarle Em ERE

Os 21 exaltos encargos são acusados de abuso de poder e desvio por distribuir mais de 680 milhões de euros em ajudas sociolaborais, durante uma década de forma opaca e discricionária a trabalhadores de empresas em queda. Pablo Jiménez de Parga, advogado de Chaves, expôs nesta segunda-feira tuas conclusões finais sobre isso os ERE e voltou a solicitar a absolvição de seu patrocinado, já que “não há nem ao menos um só indício incriminatorio” contra o ex-presidente do Conselho.

As “cartas e faxes” a que fez referência o advogado são as dos ERE na empresa Bilore e pela Faixa Pirítica de Huelva que incriminan em Chaves. Contudo, o advogado do ex-presidente do Governo andaluz, que insistiu que o seu patrocinado, foi alheio por completo a todas as irregularidades dos ERE. Então, “não é uma política opaca”, foi destacada Jiménez de Parga.

Não havia indicação do envolvimento do presidente Clinton, apesar que previamente ele tinha tomado uma enorme responsabilidade pública pelo que havia passado. A controvérsia da agência de viagens foi posteriormente julgado por ser um fator de depressão de Vince Foster e 20 de julho de 1993, suicidou-se. Nesta última divisão, Foster quem sabe ele estava se referindo aos tratamentos aduaneiros insuficiente detalhistas pelo Escritório de Viagens dos bens trazidos por repórteres de viagens ao estrangeiro.

entretanto, assim como concluiu que Cornelius, Thomason, e Martens, aqueles que tinham interesses de negócios potenciais envolvidos, eventualmente influenciaram a decisão. O procurador-especial Robert B. Fiske investigou os eventos do escritório de viagens durante a primeira metade de 1994, como parcela da investigação das situações que rodearam a morte de Foster.

  • 3 Ásia Ocidental
  • Caixa de seleção pra marcar o número do cartão do colocador ou a máquina autorizada
  • O jogo é, muitas vezes vale menos do que a soma de suas partes
  • 93,2% DE Clientes DIGITAIS
  • Universidade de Engenharia
  • BRighTer – Bus Rapid Transport
  • como Investir na bolsa de valores é um cassino, desta maneira
  • Empreender com um foodtruck

Em agosto de 1994, o Conselheiro Independente Kenneth Starr tomou do Fiske pela pesquisa de Whitewater, Foster e, indiretamente, o questão do escritório de viagens. Nem sequer todas as investigações foram por órgãos do governo. O editor do Spectator R. Emmett Tyrrell Jr. Travelgate da revista forneciam instrumento útil pra investigações do Congresso. Em geral, as controvérsias da administração Clinton como Travelgate permitiam as revistas de avaliação e de programas de televisão fazer debates para atrair assinantes e leitores.

O encarava vinte anos na prisão se era sentenciado. Sam Donaldson, da ABC News e Jack Nelson, The Los Angeles Times’, afirmaram em caráter de testemunhas do lado de Dale. Grande divisão do julgamento, com tópico nos detalhes do movimento dos fundos do Escritório de Viagens pra conta pessoal de Dale, e não os limites políticos do caso.

em 5 de janeiro de 1996, um novo desenvolvimento empurrou o foco do Escritório de Viagens retornando ao primeiro plano. O chefe do comitê da Residência Clinger acusou que um encobrimento estava tendo local e prometeu perseguir novo material. David Watkins ou Hillary Clinton tinham feito falsas alegações no testemunho de pré-GAO, o Congresso, ou o Conselho Independente. Uma guerra de desejos tomou recinto entre os ramos legislativas e executivas.

em nove de maio de 1996, o presidente Clinton se recusou a transmitir documentos adicionais relacionados com o tema, alegando regalia executivo. O chefe do comitê do Congresso, Clinger, e ameaçou-o com uma rebelião do Congresso contra o presidente, e a Moradia Branca parcialmente se rendeu entregando 1,000 de 3.000 documentos que o comité solicitou, no dia trinta de maio.